Recursos e materiais para a Brigada de Emergência da sua edificação

A princípio já sabemos que a exigência em possuir uma brigada de emergência em edificações é requisito legal nas normativas dos bombeiros militar de todos os estados do Brasil. Mas você sabe quais os materiais e recursos são necessários ter na edificação para atuação de uma brigada de emergência?

Sabemos que com exceção de edificações unifamiliares, todas os demais tipos de ocupações devem ter uma equipa de emergência devidamente treinada e planejada com recursos e materiais à disposição para que suas atribuições sejam devidamente executadas.

Por isso o E-brigada preparou um conteúdo que reúne os requisitos legais de várias normas sobre o tema incluindo a ABNT NBR 14.276/2020 a Instrução Técnica nº 17/2019 do estado de São Paulo.

Recursos e materiais para a Brigada de Emergência

Os recursos e materiais para a brigada de emergência são aqueles insumos utilizados no atendimento de primeiros socorros ou até mesmo no combate a princípios de incêndios, bem como os equipamentos de proteção destinados para este fim.

Segundo as principais normas técnicas sobre o tema, a edificação deve obrigatoriamente dispor de tais recursos e materiais para o bom desenvolvimento dos trabalhos da brigada de emergência.

Portanto, a ABNT NBR 14.276/2020 define que deve haver um ou mais locais como armário de brigada de emergência ou sala de brigada de emergência, exclusivos para abrigar os recursos e materiais para utilização em atendimento de emergências.

Todos os recursos, materiais e equipamentos para Brigada devem ser compatíveis com os procedimentos estabelecidos no plano de emergência para os atendimentos na planta.

Contudo, deve haver uma reserva técnica de todos recursos e materiais de consumo da Brigada para a reposição imediata após os atendimentos.

Enfim todos os equipamentos de proteção individual (EPI) e equipamentos de proteção respiratória autônomo (EPRA) devem ser específicos e compatíveis para a adequada proteção.

Contudo todos os EPI e EPRA devem estar em conformidade com a legislação específica. Havendo o Certificado de Aprovação (CA), estas especificações técnicas já constam nos regulamentos estabelecidos pelos órgãos pertinentes.

Os EPI devem ser utilizados de acordo com o nível de brigada de emergência, conforme especificados abaixo:

  Nível 1 – Básico:

  • Óculos de proteção;
  • Luvas de vaqueta.   

Recursos e materiais para a Brigada de emergência da sua edificação

Nível 2 – Intermediário:

  • Capacete de segurança;
  • Balaclava;
  • Óculos de proteção;
  • Camisa de manga comprida;
  • Luvas de vaqueta;
  • Calçado de segurança.  

Recursos e materiais para a Brigada de emergência da sua edificação

 Nível 3 – Avançado

  • Capacete de bombeiro com proteção para os olhos;
  • Balaclava;
  • Jaqueta de bombeiro;
  • Calças de bombeiro;
  • Luvas de bombeiro;
  • Botas de bombeiro;
  • EPRA.   

Para atendimento de primeiros socorros, algumas normas estaduais definem um kit básico de recursos e materiais para uso na edificação.

Os recursos e materiais, variam muito de acordo com os cenários acidentais descritos no plano e emergência:

  • Bolsa de emergência para socorrista;
  • Maca rígida;
  • Colares cervicais (P, M e G);
  • Caixa de luvas de procedimento;
  • Ataduras crepe;
  • Pacotes compressa de gaze;
  • Rolo esparadrapo 5 cm;
  • Micropore; 
  • Bandagem triangular;
  • Pratik mask (mascará descartável para RCP);
  • Cobertor térmico;
  • Lanterna;
  • Álcool Swab;
  • Talas papelão;
  • Tala moldável, em alumínio e espuma 1m;
  • Ambu com máscara para respiração manual.

Entre os equipamentos de monitoramento e também para reanimação cardíaca podemos citar:

  • DEA –  Desfibrilador Automático Externo;
  • Oxímetro de pulso;
  • Esfigmomanômetro;
  • Estetoscópio;
  • Termômetro.

Portanto, vale ressaltar que as quantidades e tipos de materiais e recursos para a brigada de emergência devem ser compatíveis com os cenários e hipóteses acidentais descritas no plano de emergência da sua edificação.

Por isso é ainda mais importante ter um bom planejamento de implantação e operação das atividades da sua equipe de emergência.

Compartilhe esse post:
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp

Postagens Relacionadas

Comentários