Brigadistas de Emergência – Colaborador tem obrigação em participar?

Ter brigadistas de emergência atuando na sua empresa ou residência faz toda a diferença!

brigadistas de emergência

Não que a brigada de emergência seja o mesmo que Bombeiros Militar, ao contrário, os brigadistas de emergência tem como objetivo a prevenção do risco de acidentes pessoais e incêndios.

Mas, os colaboradores de uma empresa podem ser obrigados a participar da brigada de emergência?

Existe uma diferença entre brigada de emergência voluntária e profissional. Na prática a brigada de emergência voluntária é requisito legal obrigatório em diversos tipos de edificações, seja comercial ou residencial. Essa prerrogativa depende muito da legislação de cada estado.

No geral edificações residenciais unifamiliares não são obrigadas a ter brigadistas de emergência voluntária atuando, mas isto depende da legislação de cada estado.

A ABNT NBR 14276 trata do tema Brigada de Emergência Voluntária, com a seguinte definição:

Grupo formado por pessoas voluntárias, para atuar na prevenção e combate ao princípio de incêndio, evacuação, prevenção e primeiros socorros

Brigadistas de emergência são um grupo voluntário de pessoas de uma determinada edificação, ou seja, trabalho voluntário de colaboradores de empresas e moradores de condomínio.

Não se pode obrigar e nem remunerar esse tipo de trabalho e a legislação trabalhista não permite que o voluntariado receba premiações ou bonificações. Contudo algumas empresas exercem boas práticas de reconhecimento em relação ao trabalho voluntário dos brigadistas de emergência.

Empresas que possuem grau de risco elevado, dependendo de alguns critérios e também da legislação de cada estado da federação, são obrigadas a manterem equipes de brigadistas profissionais na edificação

A ABNT NBR 14608 trata sobre brigadistas de emergência?

Trata sobre a atuação do bombeiro civil e tem como definição o elemento pertencente a uma empresa especializada, ou da própria administração do estabelecimento, com dedicação exclusiva, que presta serviços de prevenção de incêndio e atendimento de emergência em edificações e eventos, e que tenha sido aprovado no curso de formação.

Brigadistas de emergência voluntário ou profissional, o fato é que no Brasil a cultura de prevenção ainda é pouco exercida nas edificações residenciais e comerciais. Todos os anos ocorrem mais de 500 incêndios em estruturas e edificações que poderiam ser evitados.

Ter uma brigada atuando na edificação reduz os riscos de acidentes pessoais, por isso preparamos um conteúdo com dicas para gestão de brigada de emergência.

Compartilhe esse post:
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp

Postagens Relacionadas

Comentários